quinta-feira, 22 de outubro de 2015

{Resenha} Antes de partir desta pra uma melhor - Jonathan Tropper + SORTEIO


Caro amigo, como vai?

A resenha de hoje é de um livro de um dos meus autores favoritos, Jonathan Tropper.



Dados do livro: 
Páginas: 256
Ano: 2015
Editora: Arqueiro

Sinopse: Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que a vida de Drew Silver é uma sequência de decisões equivocadas. Faz quase uma década que sua banda de rock emplacou uma música, filha única de mãe solteira. Desde então, a banda se separou, sua mulher o largou e Silver tem assistido a vida passar, tocando em casamentos – quando aparece algum – e descontando os cheques cada vez menos frequentes que recebe pelos direitos autorais de seu único sucesso. Silver então descobre que a ex-mulher está prestes a se casar de novo e que a filha adolescente, Casey, está grávida. Para completar, depois de sofrer um derrame que o deixa incapaz de controlar a língua e guardar para si o que pensa, ele precisa de uma cirurgia no coração. Diante desse cenário, o músico fracassado depara com a pergunta decisiva: será que vale a pena salvar uma vida tão mal vivida? Assim, sob o olhar exasperado da família, ele toma a decisão radical de se recusar a fazer a cirurgia e dedicar o pouco tempo que lhe resta a tentar consertar o relacionamento com Casey e aproveitar a vida – mesmo que ela não dure muito. Com diálogos rápidos, irônicos e sagazes, Jonathan Tropper confirma sua habilidade em retratar com humor e perspicácia o lado oculto da família moderna.


Resenha: Senhor Tropper, em mais uma obra repleta de ironia e sagacidade. Quando você pensa que o autor chega a seu limite de humor, sensibilidade e profundidade, eis que é surpreendido com um novo contexto e uma nova visão sobre a vida. Tropper consegue pegar o lado mais derrotado de um ser humano e transformar numa divertida e angustiante comédia. 
Em seus diálogos rápidos, lembra, de longe, a escrita de Markus Zusak. Outro que consegue dominar a ironia em suas obras. 
Em "Antes de Partir Desta para uma Melhor", conhecemos Drew Silver, o fracasso em pessoa. Divorciado e vendo sua ex mulher casar novamente com um homem física e financeiramente melhor. Tocava em uma banda de rock, mas só emplacou uma música de sucesso. Tem uma filha adolescente que acabou de descobrir que está grávida. E, pra finalizar, Silver sofre um derrame e, segundo o médico e atual noivo de sua ex mulher, Denise, precisa de uma cirurgia no coração com urgência. 

Como um completo fracassado, ele para pra pensar por um instante e decide que não vale a pena fazer a cirurgia e salvar sua vida tão mal vivida. Internado no hospital, durante uma discussão dos familiares, ele simplesmente foge do hospital e decide aproveitar seu resto de vida e consertar alguns erros. 

Se você já leu algum livro do Tropper, sabe de sua escrita forte, cheia de metáforas, profundidade e humor negro. Sua forma de deixar tudo mais engraçado e descontraído faz de seus livros inapropriados para certas idades. 
Preciso parar essa resenha e contar um fato muito constrangedor que aconteceu comigo durante essa leitura: 
Estava lá, no ônibus, lendo e apreciando descaradamente a leitura, chegando a dar risadas audíveis aos outros passageiros. Eis que um senhor de idade se senta ao meu lado e mostra-se curioso para saber o conteúdo do livro. Assim que começo um certo capítulo, percebo que o senhor se aproximou pra ler junto comigo. Logo a primeira frase está narrando uma cena de sexo entre Silver e uma garota.
"- Está tudo bem? - pergunta a garota.
Ela é bonita, está com os seis de fora, arfando ligeiramente, e tem o direito de fazer essa pergunta, já que está segurando na palma da mão seu membro cada vez mais flácido." pg 91
A minha reação foi cobrir o rosto com a palma da mão enquanto o senhor me olhava com aquele olhar de susto e reprovação. Foi uma cena constrangedora e eu temi que começasse um sermão sobre o fato visto que o senhor descaradamente me reprovava com o olhar e eu esforçando pra não cair em risadas. 
Enfim. Moral da história: Se for ler algum livro do Tropper, cuidado com o local onde vai ler. 

O fato é: Essa leitura te causará risos e lágrimas. Icônico e dramático. Tropper sabe construir bem suas histórias e do jeito que o leitor gosta. É um texto rápido e que desenvolve permanentemente bem, sem momentos entediantes. 

Silver, um péssimo pai e marido, se vê diante do drama do fim da vida e quer fazer o melhor possível pra não ir embora como um perfeito fracasso. Tenta melhorar seu relacionamento com a filha e consegue, percebendo que ambos tem uma coisa em comum: não têm perspectivas. Tenta reatar com sua ex mulher e percebe que ainda há uma chama acesa que conecta os dois, mas nos acontecimentos da vida, incluindo fazer Denise quebrar a cara, literalmente, descobre nem sempre a reconciliação é o caminho. 


A cada livro novo de Tropper, sinto meu amor por estilo da literatura crescer mais e mais. Eu estou planejando um post sobre a lad-lit, que está presente na estante de muita gente e a maioria não conhece.

Durante minhas pesquisas pela internet, vi várias resenhas negativas desse livro. O que eu percebi foi que todas essas resenhas negativas foram feitas por blogueiras, apaixonadas por romancezinhos e fantasias. 
E bom... esse estilo não é pra menininhas que buscam histórias de amor perfeitinhas, avisado? Você não lerá sobre gatinhos fofos ou meninas que se apaixonam por menininhos perfeitos. Por favor, se procura por isso, tem vários outros autores excelentes em criar esse tipo de historinha. Não há nada de fofura aqui. Há o ser humano, em seu lado mais real e fracassado. O mais próximo da realidade possível. 

Nota final: 5
________________________________________________

Essa é a semana do meu aniversário. Então, eu resolvi fazer um sorteio aqui no blog. Qual o sentido disso? Sim, nenhum!
Enfim! Vou sortear o livro "Quem é você, Alasca?", do John Green. Junto com o livro, vai um monte de marcadores também.


Regras:
- Residir em território nacional;
- Ser uma pessoa. (rs)
- Comentar com seu e-mail pra eu entrar em contato, caso você ganhe.

Como eu não gosto muito e tenho certeza que muitos também não gostam do formulário, coloquei só 4 "regras" (2 obrigatórias e 2 opcionais"), e quem já é seguidor do blog não precisará fazer quase nada. As opcionais são só pra dar mais chance de ganhar. 

Obrigatórias: 
- Seguir o blog pelo GFC;
- Curtir a fanpage;

Opcionais:
Seguir no Twitter;
Seguir no Instagram.


a Rafflecopter giveaway
É isso! Participem pra me dar uma moral! hahaha' 
Um abraço.
Markus A.

67 comentários:

  1. Oie,
    não conhecia o livro nem o autor, mas confesso que não me chamou atenção.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa! Recomendo procurar outros livros do autor
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Markus
    Uauu, vc me convenceu a ler o livro e logo irei solicitar para editora. Amei sua resenha, parece ser uma história muito boa.
    Gostei das suas ressalvas e de suas impressões do livro, eu quero realmente ler, adoreiii.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa! Que bom que gostou \o/
      Espero que goste da leitura também!
      Beijo

      Excluir
  3. Oie ...
    Que cena , heim ? rsrs
    Fiquei bastante interessada no livro ! Vou procurar pra ler .
    Participando do sorteio ...
    deibediane@gmail.com

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Ai... só de lembrar ja começo a rir ! kk

      Boa sorte !

      Excluir
  4. Oláá Markus, tudo bem??
    Eu amei a resenha, gosto de ler livros que provocam risos e lágrimas durante a leitura, talvez eu seja uma bipolar literária rsrs
    Enfim, fiquei curiosa para ler. ^^
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eloísa! Tudo ótimo!
      Sobre ser bipolar literário... acho que entendo um pouco kkk
      Bjs

      Excluir
  5. Olá, Markus.
    Eu vi bastante resenhas negativas desse livro também. Eu me interessei por ele, pois quero ver como a autor consegue nos fazer rir diante de uma situação como essa. Fiquei aqui imaginando a sua cena no ônibus, porque já aconteceu comigo parecido hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil!
      O autor é incrível em suas histórias! Depois que passou, eu ri muito viu kk

      Excluir
  6. Olá Markus!
    Desde o lançamento esse livro entrou na minha wishlist! Fiquei muito curiosa e pelo visto vale muito a pena. Amei sua resenha e ela me deu mais gás para ler! Morri de rir imaginando a cara do velhinho do ônibus hahahaha Essas coisas acontecem muito com nós leitores haha Parabéns pelo seu aniversário! Estou participando da promoção e espero ganhar haha
    Beijos, Nathália
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nathália! Que bom que gostou. Recomendo muito que você leia! E boa sorte!
      Beijos

      Excluir
  7. Parece ser um ótimo livro. Já ouvi falar e fiquei com vontade de ler, vontade essa que acentuou-se depois dessa resenha positiva.

    http://www.decidindose.com

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o autor, mas gostei da resenha. Entrou pra minha lista (que a cada dia fica maior) haha
    Parabéns e boa sorte a todos.
    Post it & Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure outros livros dele! Ele é demais *-*

      Excluir
  9. Oi, Markus!
    Eu adorei esse livro, me diverti horrores com o Silver. Esse foi um daqueles livros que eu não dava nada por ele e que, no fim, acabou me conquistando.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica! Compartilhamos da mesma sensação! <3
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Markus, tudo bem ???
    Tenho que confessar que nunca li nem mesmo um livro do autor, mas alguma coisa na sua resenha me fez lembrar de outro autor que eu amo, Chuck Palahniuk (espero ter escrito certo, sempre me confundo com o sobrenome dele). O Chuck não tem papas na língua, e ele sabe criar histórias diferentes, ousadas e maravilhosas. Por algum motivo, associei esse autor ao Chuck, talvez eles não tenham nada a ver, mas acho que o fato de fugirem do comum já é algo que conecta os dois !!!
    Achei bem legal a premissa do livro, ainda não tinha ouvido falar nesse título, mas vou dar uma pesquisada para ver se leio ou não, estou na dúvida, rsrsrs.

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bel! Tudo ótimo!
      Eu não conheço a escrita do Chuck. É o autor de clube da luta, né?
      Recomendo muito viu!
      Beijo

      Excluir
  11. Oi Markus, tudo bem?
    Resenha cheia de sarcasmo e com certas peculiaridades, acho que bem ao estilo do livro... Acertei? kkkk
    Eu li Sete Dias sem Fim, que é do mesmo autor, já faz um tempo. Até coloquei resenha no blog. Gostei bastante do estilo dele.
    Este livro tem uma premissa interessante. Mais uma dica anotada.
    Bjus
    Lia Christo
    www;docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia! Tudo ótimo!
      Sempre! Acertou HAHAHA
      Sete Dias sem Fim é ótimo também <3

      Beijo

      Excluir
  12. Oi Markus,

    Eu não dava nada por esse livro, mas gostei da resenha. Fiquei com vontade de le-lo.

    Participando do sorteio.
    eu_xintia@hotmail.com

    Beijos!

    Cintia
    http://theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cintia! Recomendo muito!
      Boa sorte!
      Beijos

      Excluir
  13. Gostei da sua resenha e de saber mais da forma como o autor escreve.
    Abraços!

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá Markus =)

    Confesso que a primeira vista esse é o tipo de livro que não me chama muito a atenção. Pela sua resenha a história me apareceu interessante. Quem sabe eu não acabe dando uma chance a leitura se tiver oportunidade ^^

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ane! De uma chance sim rs! É mto bom!
      Beijos

      Excluir
  15. Nunca li nenhum livro do autor, mas fiquei muito interessada por esse livro por narrar uma coisa tão delicada como a morte de uma maneira tão irônica e divertida, ainda mais porque é um assunto que tenho visto muito recentemente no curso que estou fazendo.
    Ri muito sobre o negócio do senhor no ônibus, haha, é por esse e outros motivos que evito ler livros polêmicos em ônibus.
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniele! Recomendo muito e, se conhece sobre o assunto, vai adorar saber mais.
      Eu não imaginava o que teria nesse livro hahah

      Excluir
  16. Oi
    EU tenho vontade de ler esse livro, já li um livro do autor e gostei
    ao contrario de você ainda não li nenhuma resenha negativa dele.
    Parece ser bem legal e acho interessante que ele usa tragedias para criar boas histórias e personagens.
    Que bom que adorou a leitura e queria ter visto sua cara perto do idoso.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise!
      Já li várias negativas de menininhas fãs de romacinhos :/

      Excluir
  17. Olááá!

    Tenho muita vontade de ler esse livro, sabia? *_*

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Markus, tudo bem?

    Todo mundo fala muito bem desse livro e do autor. Nunca li nenhum lad-lit porque o gênero não me interessa muito.
    Que bom que você adorou o livro e que se divertiu, é ótimo quando isso acontece!

    Não vou participar do sorteio porque não gosto do João Verde, mas desejo que ele seja um sucesso! ;)

    E feliz aniversáááário! Tudo de bom. ;)

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires! Tudo ótimo!
      Esse é um dos meus gêneros favoritos hehe
      Beijo

      Excluir
  19. Oi Markus!
    Nunca li nada do Jonathan Tropper, mas simpatizo com as premissas dos livros dele. Sua resenha me deixou empolgada para conferir esse (ainda mais porque se tem uma coisa da qual eu fujo são "histórias de amor perfeitinhas").
    Nunca tinha visto ninguém comparar Tropper ao Zusak. Fiquei curiosa.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari! Eu achei a escrita dos dois bem parecida. São meus dois autores favoritos!
      Beijos

      Excluir
  20. Oi Markus!
    Nunca li nada desse autor, e tbm acho que é a primeira resenha que leio de algum dos livros dele!
    Gosto de autores irônicos, mas confesso que a história do livro não me interessou muito =/
    Rindo com o episódio do ônibus kkkk Tem gnt que tem mania de ficar olhando msm XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Esse pessoal que fica tentando ler o que os outros estão lendo .... '-'

      (sou desses tb)

      Bj

      Excluir
  21. Oiê!
    Adooooro livros que nos fazem perder o controle do riso. Passei isso com Solteiro sofre de mais.
    Depois de Eu vejo Kate to precisando de outro assim
    Bjs da Le
    www.leversosecontroversias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina eu to louco pra ler Solteiro Sofre demais :O
      hahaha
      bjo

      Excluir
  22. Olá Markus!
    Se a minha net deixar consigo postar esse comentário aqui, é a minha terceira tentativa :/
    Passo muitas vezes por esse tipo de situação, mas sempre fico que nem uma doida escondendo o livro dos outros kkkkkkkk
    Imagino a cara que aquele senhor fez pra vc kkkkkkkkkkkkk
    Não conhecia esse autor e é uma ótima indicação, só não sei se leria agora pq tenho lido muitos livros intensos e agora preciso de um bobo para equilibrar...
    Bjoss
    http://kelenvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kelen!
      Veeey, a cara dele foi a melhor hahahahahahah'

      Beijo

      Excluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Markus! Tudo bem? Ahhhhh eu quero muito esse livro! Eu já li "Sete Dias Sem Fim" e amei a escrita do Jonathan Tropper, com certeza quero ler mais e mais livros deles! <3 "Antes de partir dessa para melhor" parece ser excelente! Adorei a resenha! :)

    PS: Você sambou no final da resenha! haha
    PS 1: Não estou conseguindo participar da promoção! :(

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/10/resenha-premiada-muito-mais-que-5inco.html <- Tá rolando promoção do livro "Muito Mais Que 5inco Minutos" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tony! Tudo ótimo ^^
      Mano, leia esse e todos os outros do Tropper! *-*
      Espero que ja tenha conseguido participar!
      Abraço

      Excluir
  25. Markus!
    Jogando a verdade na cara da sociedade kkkk
    Bom, conhecia o livro apenas pela capa e ainda não tive a oportunidade de lê-lo, curti a resenha!

    Texto novo no blog: http://meusdespropositos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alyne! A verdade tem que ser jogada assim kkk

      Excluir
  26. Oii Markus!

    Caramba, que resenha sincera !!! OOOhh coitado do senhor, chegou mais perto pra pareciar um bom livro e olha só oque você separa pra ele ler??!!! Imagino o olhar dele...
    Sinceramente eu sou garota florzinha, romancezinho, rosinha, fadinha etc... portanto, por enquanto, deixo sua indicação para mais adiante quando eu estiver suficientemente "madura" pra desfrutr de verdade de livros assim. Valeu pela resenha

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice!
      Melhor deixar pra depois mesmo, pq é certo que nao vai gostar muito !!
      Beijo

      Excluir
  27. Olá! Eu nunca li nada desse autor e acho que é a primeira resenha de alguma obra dele que paro para ler. Achei a premissa bem legal e fiquei curiosa para saber o que o personagem vai fazer antes de falecer. Espero que, caso eu leia, não sofra com o final da obra.
    Gostei da promoção também e vou participar.

    Beijos
    SIL ~
    Estilhaçando Livros | Cantar em Verso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil!
      Até que as obras deles não têm aqueles finais chorosos e depressivos nao viu! São mais hilários do que tristes. Espero que possa ler!
      Beijo e boa sorte!

      Excluir
  28. Oi Markus,
    Ainda não li nada do Tropper, mas pelas resenhas acho que eu ia gostar muito do estilo dele. Estou participando da promo! :)

    Beeeijo, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paola! Recomendo muito viu! \o/
      Boa sorte.
      Beijo

      Excluir
  29. Haahahaha eu sempre tomo maior cuidado com o que decido ler no ônibus, fico envergonhada por aquelas pessoas que aparecem com 50 tons de cinza. Mas normal, acontece. Eu não fazia ideia que o livro falava disso! Gostei bastante da premissa, te faz pensar nos seus erros e como lidaria se estivesse no lugar dele. Bom mesmo!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Paixão ao Entardecer", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "normal, acontece" HAHAHA'
      Eu também fiquei pensando isso!
      Beijo

      Excluir
  30. Oi Markus o/
    Eu AMO os livros do Jonathan Trooper! Adoro quando os personagens são mais realistas, dá um tom mais cru e consigo me identificar mais.
    (um aviso: tá escrito "seis" ao invés de "seios" na citação x.x)
    Ah, sobre o sorteio, só não vou entrar porque já tenho o livro, mas acabei de curtir a page viu ;)
    Beijo.

    http://www.claramenteinsana.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 <3
      Tropper é o melhor <3 <3
      Obrigado, vou arrumar la!
      Beijo

      Excluir
  31. Olá,
    Já li outro livro desse autor e morro de curiosidade pra ler mais este, adoro sua escrita e suas histórias. Mas enfim, estou louca pra cofnerir essa história.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inês! Espero que possa ler *-*
      É mto bom!
      Bjs

      Excluir
  32. Acho que por ser um livro mais denso acaba não agradando tanto as pessoas, mas para mim todo gênero é válido, já que só assim descobrimos o que gostamos de ler.

    Beijos,
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Pra mim também, qualquer gênero é válido!

      Beijo

      Excluir